Cases – Luis Fabiano

  • Cases_luis_fabiano

  • Luis Fabiano foi o primeiro cliente da Comcept, em 2004. Naquele período, o jogador tinha apenas 23 anos e já se destacava no São Paulo, mas junto com os gols, alguns cartões amarelos e vermelhos em sequência colocavam em dúvida o promissor futuro do atacante. Muitas vezes a indisciplina, que era restrita ao campo, era confundida pela imprensa e o jogador começou a ser taxado como “bad boy”.

    No início do trabalho a meta da Comcept foi mostrar à imprensa que fora de campo o jogador levava uma vida tranquila, sem se meter em polêmicas e e os atos de indisciplina aconteciam somente dentro das quatro linhas.

    O apoio a um projeto da Pizza Hut para gerar oportunidades de empregos para idosos fez parte da estratégia naquele momento e ajudou a mostrar um lado humano de Luis Fabiano que a imprensa não conhecia. Posteriormente, com o nascimento da primeira filha do jogador, Luis Fabiano começou a mostrar seu lado “pai de família”, o que ajudou a rechaçar de vez o rótulo de “bad boy”.

    No meio de 2004, Luis Fabiano foi titular da Seleção Brasileira durante a Copa América, no Paraguai, e ajudou a equipe a conquistar o título. Ainda em 2004, Luis Fabiano transferiu-se para o futebol europeu onde construiu uma carreira consolidada com muitos gols e títulos.

    Enquanto esteve na Europa, Luis Fabiano contou o suporte da Comcept para maximizar a divulgação de seus feitos dentro de campo na imprensa brasileira. Paralelamente, a agência continuou explorando a imagem de Luis Fabiano fora de campo, mostrando uma pessoa bem humorada e tranquila.

    Dentro de campo, o perfil de Luis Fabiano continuou o mesmo, mas no momento em que as expulsões diminuíram, foi-se construindo a imagem de jogador guerreiro, batalhador, que sempre lutou muito por todos os seus objetivos. O rótulo “guerreiro” foi até adotado por uma empresa que o patrocinou em 2010.

    O auge do trabalho aconteceu entre 2009 e 2010, quando o jogador foi o destaque da seleção brasileira na Copa das Confederações e o camisa 9 do Brasil na Copa do Mundo, na África do Sul.