Informações de Casemiro, que defenderá a Seleção Brasileira na Copa América

CASEMIRO

Nome: Carlos Henrique Casemiro
Data de Nascimento: 23/02/1992
Local: São José dos Campos (SP)
Altura: 1,84 m
Peso: 80 kg
Posição: Volante

Clubes: Base: São Paulo FC (2002 a 2010). Profissional: São Paulo FC (2010 a 2013), Real Madrid CF (2013 a 2014) e FC Porto (desde 2014).

Títulos: Pelo Real Madrid CF: Liga dos Campeões da Uefa (2013/2014), Copa do Rei (2013/2014), Teresa Herrera (2013) e Troféu Santiago Bernabéu (2013). Pelo São Paulo FC: Copa Sul-Americana (2012); Copa São Paulo de Futebol Júnior (2010); Mundial Sub-17 (2008); Paulista Sub-15 invicto (2007); e Bicampeão da Copa Nike Sub-15 (2006 e 2007). Pela Seleção Brasileira: Superclássico das Américas (2011); Mundial Sub-20 (2011); Sul-Americano Sub-20 (2011); Mundial Sub-17 (2009); Sul-Americano Sub-17 (2009); Copa Sunday Sub-17 (2009); e Copa Mediterrâneo Sub-16 (2008).

Conquistas individuais: Pelo São Paulo FC: Melhor volante do Campeonato Brasileiro de 2011 (Troféu Armando Nogueira).

DADOS IMPORTANTES DE CASEMIRO

– Antes da convocação para a Copa América, Casemiro já havia sido chamado pelo técnico Dunga para os amistosos da Seleção Brasileira contra Turquia e Áustria, nos dias 12 e 18 de novembro de 2014, respectivamente. Na vitória sobre os turcos, por 4 a 0, o atleta entrou aos 27 minutos do segundo tempo; diante dos austríacos (triunfo por 2 a 1), ele foi a campo aos 37 minutos da etapa final;

– Entre 2011 e 2012, o volante já havia atuado em cinco jogos pela equipe principal da Seleção Brasileira, sob o comando de Mano Menezes. A estreia aconteceu no dia 14 de setembro de 2011, aos 19 anos de idade, e logo com um título: o Superclássico das Américas, diante da Argentina, em Córdoba;

– Sempre apontado como um dos destaques das categorias de base da Seleção Brasileira, Casemiro faturou os troféus do Mundial Sub-17 (em 2009) e Sub-20 (em 2011), além do Sul-Americano Sub-17 (em 2009) e Sub-20 (em 2011). Ainda mais jovem, ele também conquistou a Copa Mediterrâneo Sub-16 (em 2008) e a Copa Sunday Sub-17 (em 2009);

– Casemiro foi um dos destaques do Porto na Liga dos Campeões da Uefa 2014/2015 e ajudou a colocar a equipe nas quartas de final do torneio – fazia seis anos que o time português não alcançava esta fase. No duelo que classificou o Porto para as quartas, ele foi eleito pela Uefa o “Homem do Jogo” (“Man Of The Match”), na vitória por 4 a 0 sobre o Basel. Além de fazer muitos desarmes, ele anotou um lindo gol de falta. Casemiro, aliás, já tem no currículo um título da Liga dos Campeões, quando participou da campanha vitoriosa do Real Madrid na temporada 2013/2014 (disputou seis jogos naquela edição);

– Casemiro tem recebido muitos elogios da imprensa europeia pela aplicação na marcação, com um número alto de desarmes por partida, além da qualidade na saída de bola, com belos lançamentos. Pelo FC Porto, foram 41 jogos, com quatro gols e quatro assistências;

– Desde julho de 2014 no FC Porto, Casemiro tem contrato de empréstimo até junho de 2015. Ele pertence ao Real Madrid, com o qual tem vínculo até junho de 2017;

– Casemiro foi contratado em definitivo pelo Real Madrid no dia 10 de junho de 2013 e, desde então, passou a fazer parte do elenco principal do clube. Ele foi eleito a principal revelação da equipe durante a pré-temporada de julho e agosto de 2013. Na temporada 2013/2014, o volante foi campeão da Copa do Rei (atuou em sete dos nove jogos do time no torneio, inclusive, na final contra o Barcelona) e faturou o título da Liga dos Campeões da Uefa (atuou em seis partidas da competição). No total, foram 26 jogos oficiais pela equipe principal do Real Madrid;

– Nas quartas de final da Liga dos Campeões 2013/2014, no segundo jogo contra o Borussia Dortmund, Casemiro entrou em campo quando o Real Madrid perdia por 2 a 0 e sofria enorme pressão do adversário. Após a entrada do brasileiro, o time espanhol melhorou e ganhou proteção defensiva. Dois grandes jornais espanhóis exaltaram o volante: “O Real Madrid melhorou no segundo tempo, com a entrada de Casemiro, que não tremeu”, enfatizou o Marca; “Casemiro entrou e protegeu a equipe no final”, destacou o diário As;

– O técnico Carlo Ancelotti sempre elogiou Casemiro no Real Madrid. “É importante ter um jogador com a qualidade do Casemiro no elenco. Ele é um bom profissional, tenho muita confiança nele. Ele joga muito bem, com bastante entusiasmo”, disse o treinador;

– Aos 21 anos de idade, Casemiro estreou pelo time principal do Real Madrid, na vitória por 3 a 1 sobre o Betis, no dia 20 de abril de 2013, no Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol, atuando os 90 minutos;

– Em seu início no clube, Casemiro foi aproveitado pelo Real Madrid Castilla e ajudou a equipe a se reerguer na Liga Adelante, a Segunda Divisão espanhola. Antes de Casemiro estrear, o Real Madrid Castilla estava na 18ª colocação da Liga Adelante, com 31 pontos, lutando contra o rebaixamento, e cinco pontos atrás de seu principal rival na competição, o Barcelona B. Graças à contribuição do brasileiro, o Castilla terminou o campeonato na 8ª posição, com 59 pontos, dois a mais do que o Barcelona B, que terminou na 9ª colocação;

– Em 31 de janeiro de 2013, o Real Madrid anunciou a contratação, por empréstimo, de Casemiro, que pertencia ao São Paulo. Ele ficaria emprestado ao clube espanhol até 30 de junho de 2013. Pela boa impressão que deixou no time B e nos treinos com a equipe principal, Casemiro foi contratado em definitivo pelo Real Madrid, em junho de 2013;

– Campeão da Copa Sul-Americana 2012, Casemiro foi o oitavo atleta que mais atuou pelo São Paulo FC naquele ano, com 50 jogos. Ele terminou a temporada como o terceiro maior assistente do time (oito passes para gol), atrás apenas de Jadson e Lucas;

– Pelo time profissional do São Paulo FC (de 2010 a 2013), Casemiro disputou 111 jogos, anotou 11 gols e deu 15 assistências. O retrospecto dele pelo clube foi excelente: 65% de aproveitamento dos pontos. Em 111 jogos, foram 66 vitórias, 18 empates e 27 derrotas;

– Um dos destaques do São Paulo FC no título da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2010, Casemiro estreou como profissional no dia 25/07/2010, aos 18 anos, no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro, sob o comando de Ricardo Gomes;

– Nascido em São José dos Campos (SP), Casemiro chegou ao São Paulo FC em 2002, aos 10 anos de idade, e passou por todas as categorias de base do clube. Foi promovido para o time principal em 2010, aos 18 anos de idade;

– Na base do São Paulo FC, ele ainda foi Campeão Mundial Sub-17 (em 2008), Campeão Paulista invicto Sub-15 (em 2007) e bicampeão da Copa Nike Sub-15 (em 2006 e 2007);

Números de Casemiro:

Total na carreira
Jogos: 200
Gols: 16
Assistências: 20

Seleção Brasileira
Jogos: 7
Gols: –
Assistências: –

FC Porto (Portugal)
Jogos: 41
Gols: 4
Assistências: 4

Real Madrid CF (Espanha)
Jogos: 26
Gols: –
Assistências: 1

Real Madrid Castilla CF (Espanha)
Jogos: 15
Gols: 1
Assistências: –

São Paulo FC (Brasil)
Jogos: 111
Gols: 11
Assistências: 15

Casemiro na Seleção Brasileira:

1) 14/09/2011 – Superclássico das Américas – Argentina 0 x 0 Brasil – Córdoba, ARG – Entrou aos 43’ do 2ºT
2) 26/05/2012 – Amistoso Oficial – Brasil 3 x 1 Dinamarca – Hamburgo, ALE – Entrou aos 40’ do 2ºT
3) 30/05/2012 – Amistoso Oficial – Estados Unidos 1 x 4 Brasil – Washington, EUA– Entrou aos 37’ do 2ºT
4) 03/06/2012 – Amistoso Oficial – México 2 x 0 Brasil – Dallas, EUA – Entrou aos 38’ do 2ºT
5) 09/06/2012 – Amistoso Oficial – Brasil 3 x 4 Argentina – Nova Jersey, EUA – Entrou aos 29’ do 2ºT
6) 12/11/2014 – Amistoso Oficial – Turquia 0 x 4 Brasil – Istambul, TUR – Entrou aos 27’ do 2ºT
7) 18/11/2014 – Amistoso Oficial – Áustria 1 x 2 Brasil – Viena, AUT – Entrou aos 37’ do 2ºT

CASEMIRO, DO SÃO PAULO PARA O MUNDO

Nascido em São José dos Campos (SP), Casemiro chegou ao São Paulo em 2002, aos 10 anos de idade, e passou por todas as categorias de base do clube. Foi promovido para o time principal em 2010, aos 18 anos, após conquistar o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior e ser considerado uma das principais revelações da competição. Na base do Tricolor, ele ainda foi campeão mundial sub-17 em 2008, campeão paulista invicto sub-15 em 2007, e bicampeão da Copa Nike Sub-15 em 2006 e 2007.

No time profissional, a estreia aconteceu em 2010 e prontamente o volante virou titular da equipe são-paulina. Aliás, sobre o São Paulo, Casemiro diz que sempre vai guardar um carinho especial. Afinal, passou metade da vida dele no clube. Em 2012, Casemiro foi o terceiro maior assistente do São Paulo, com oito passes para gol, atrás apenas dos meio-campistas Jadson e Lucas. Campeão da Copa Sul-Americana, ele foi o oitavo atleta que mais atuou pelo Tricolor em 2012, com 50 jogos. No total, pelo time profissional do São Paulo (de 2010 a 2013), Casemiro disputou 111 partidas, anotou 11 gols e deu 15 assistências. O retrospecto do volante pelo clube paulista foi excelente: 65% de aproveitamento dos pontos disputados; em 111 jogos, foram 66 vitórias, 18 empates e 27 derrotas.

Do Morumbi, Casemiro ganhou o mundo. Emprestado pelo São Paulo FC, ele desembarcou no Real Madrid em fevereiro de 2013, com o aval do técnico José Mourinho. Mesmo com o fato de ser inicialmente contratado para jogar no Real Madrid Castilla, time B do clube merengue, o volante sabia que dependia apenas de si para chegar ao time principal. Era só mostrar seu talento que logo ele teria oportunidades na equipe de cima. Com uma rápida adaptação ao país, já que desde o início não teve problema para entender a língua espanhola e sempre se esforçou para se comunicar, Casemiro teve tranquilidade para ir bem dentro de campo também.

Pelo Real Madrid Castilla, Casemiro disputou 15 partidas oficiais, todas como titular, e marcou um gol. Antes de o brasileiro estrear, o Castilla estava na 18ª colocação da Liga Adelante (2ª divisão espanhola), com 31 pontos, lutando contra o rebaixamento, e cinco pontos atrás de seu principal rival na competição, o Barcelona B. Graças à contribuição de Casemiro, o Castilla encerrou o campeonato na oitava posição, com 59 pontos, dois a mais do que o Barcelona B, que terminou na nona colocação.

Durante os quatro meses no time B do Real Madrid, Casemiro também ganhou experiência e mais qualidade. Por conta de suas boas atuações, o jogador brasileiro, naturalmente, passou a integrar o elenco principal do Real Madrid. Ele estreou pelo time principal na vitória por 3 a 1 sobre o Betis, no dia 20 de abril de 2013, no Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol, atuando os 90 minutos, sob o comando de José Mourinho.

Em pouco tempo, Casemiro encheu os olhos do presidente e dos diretores do Real Madrid e foi contratado em definitivo no dia 10 de junho de 2013, assinando um vínculo de quatro temporadas com o clube espanhol. O técnico Carlo Ancelotti, recém-contratado pelos espanhóis, também deu o aval para a contratação.

Logo em sua primeira pré-temporada pela equipe merengue, em julho e agosto de 2013, o volante se destacou. O Real Madrid, de Cristiano Ronaldo, Di María e companhia, disputou sete jogos e Casemiro foi eleito a principal revelação da equipe – ele fez dois gols e deu uma assistência. O volante participou de todas as partidas da pré-temporada e, inclusive, iniciou como titular em duas oportunidades: nas vitórias por 3 a 1 sobre o Los Angeles Galaxy e por 3 a 0 sobre a Internazionale. Os gols de Casemiro saíram na vitória sobre o Bournemouth por 6 a 0 (ele fez o sexto gol) e no empate em 2 a 2 com o Lyon (ele fez o gol de empate).

Pelo sucesso na pré-temporada, Casemiro passou a ter mais chances na equipe comandada por Carlo Ancelotti. No total, foram 26 jogos oficiais com a camisa do time principal do Real Madrid. E a primeira temporada dele pelo clube espanhol não poderia ter sido melhor: o brasileiro foi campeão da desejada Liga dos Campeões da Uefa 2013/2014 (disputou seis jogos no torneio) e da Copa do Rei 2013/2014 (atuou em sete partidas da competição).

Assediado por diversos clubes, em julho de 2014, Casemiro aceitou a proposta de outro gigante europeu, o Porto, de Portugal. Assim, o jogador foi cedido pelo Real Madrid por empréstimo (até junho de 2015) e conseguiu dar mais um passo em sua carreira europeia. Absoluto no meio de campo dos Dragões, não demorou para que ele virasse titular da equipe comandada por Julen Lopetegui e o seu trabalho surtisse efeito. Afinal, após boas atuações pelo Porto, Casemiro foi convocado pelo técnico Dunga e retornou à Seleção Brasileira, em novembro de 2014.

Na Cidade do Porto, Casemiro mora com a esposa Anna Mariana Ortega. Ele já namorava e vivia com ela havia alguns anos em São Paulo, tornou-se noivo em Madri e casou-se em junho de 2014, no Brasil. Ela é de São José dos Campos, cidade do interior do estado de São Paulo, assim como ele. Em Portugal, o volante recebe visitas da família e de amigos. Ele gosta de visitar pontos turísticos, ir a restaurantes variados e tem apreço pela comida portuguesa e espanhola.

Comcept Comunicação Esportiva
Rodrigo Righetti – rodrigo@comcept.com.br
Alexandre Coutinho – alexandre@comcept.com.br
Juliano Macedo – juliano@comcept.com.br
55 11 3045-4610 – www.comcept.com.br

Share Button