Líder e referência no Coritiba, Juan celebra bons resultados e ‘semana livre’

Já são oito gols e 11 assistências, em 33 partidas disputadas na atual temporada. Os números apontam que Juan, seja no meio de campo ou na lateral esquerda, tem sido uma das referências do Coritiba em 2016, ao lado do atacante e artilheiro Kleber. Na última quarta-feira, no Couto Pereira, foi de Juan a assistência para o gol de Iago, no triunfo por 1 a 0 sobre o Vitória, que garantiu a classificação do Coxa para as oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Aliado ao bom momento individual, Juan também tem ajudado o Coritiba a se recuperar dentro de campo. Além de ter faturado a vaga para a próxima fase da Sul-Americana, o Coxa já não perde há quatro rodadas no Campeonato Brasileiro – com duas vitórias e dois empates – e conseguiu sair da temida zona de rebaixamento da competição.

“Fico feliz por poder ajudar o Coritiba a conseguir bons resultados, isso é o mais importante. A cada gol, a cada assistência, fico ainda mais motivado para continuar me dedicando no dia a dia. Quero sempre ajudar o Coxa a alcançar seus objetivos. Tenho companheiros de qualidade ao meu lado, e isso também colabora. Contra o Vitória, nosso grupo mostrou mais uma vez que tem brio, que não para de lutar. Felizmente, fomos recompensados com o gol no final da partida”, afirmou Juan.

Após passar por uma sequência desgastante de jogos, com dois confrontos por semana, o Coritiba ganhou seis dias para poder descansar e trabalhar. O próximo compromisso será diante do Grêmio, na quarta-feira (7 de setembro), no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro.

“É uma semana livre para nosso time poder se recuperar fisicamente e trabalhar, já visando os próximos jogos que teremos pela frente. Viemos de uma sequência muito dura, com partidas complicadas, por isso é importante ter essa semana para melhorar a parte física e também trabalhar aspectos táticos e técnicos. Temos de estar preparados para suportar outra sequência de jogos”, disse Juan.

Aos 34 anos de idade e com uma carreira repleta de títulos, ele também tem sido um dos responsáveis por passar experiência para o elenco do Coritiba. Capitão da equipe na ausência do atacante Kleber, que vem tentando se recuperar de uma fissura no pé direito, Juan disse que a faixa no braço não faz mudar sua postura perante o grupo.

“Nunca fiz as coisas pensando em ser capitão ou ter a faixa. Os líderes acabam se formando naturalmente. Pela questão da idade, talvez, e por ser um dos mais experientes da equipe, eu acabo sendo uma liderança e uma referência dentro do grupo. Mas, independentemente de ser o capitão, minha postura perante meus companheiros continuará igual, sempre tentando ajudar da melhor maneira possível. Estou na torcida para que o Kleber se recupere logo, pois ele é o nosso capitão e é muito importante para o time”, destacou Juan.

Share Button
Posted in: