Destaque na heroica classificação na Sul-Americana, Juan exalta raça e união do Coritiba

O cenário para o Coritiba na Argentina era totalmente desfavorável. Jogando no estádio Mario Kempes, em Córdoba, com cerca de 55 mil torcedores adversários, precisando vencer o Belgrano após ter perdido o primeiro jogo em Curitiba, por 2 a 1, e a tradicional catimba dos argentinos… Porém, nada foi páreo para a determinação do Coxa que, de maneira heroica, e contando com a inspiração de Juan, que deu uma assistência e converteu sua cobrança na disputa de pênaltis, o time paranaense venceu os argentinos e avançou às quartas de final da Copa Sul-Americana.

“Temos um grupo muito unido, que joga com raça e nunca desiste dos objetivos”, analisa Juan, corroborando com o que fora visto em campo. De fato, foi uma atuação destacada do Coritiba, já que foi a primeira vez na história que o time paranaense venceu um jogo fora de casa em uma competição internacional. E como tem sido ao longo de toda a temporada, Juan foi um dos principais destaques da epopeia coxa-branca.

Mostrando muita qualidade e polivalência, já que começou a partida atuando como lateral-esquerdo e, com o decorrer do jogo, foi colocado no meio de campo pelo técnico Paulo César Carpegiani, Juan deu a mobilidade que a equipe precisava em um momento crucial do duelo. Depois de ter perdido o jogo de ida por 2 a 1, na semana passada, no Couto Pereira, o Coxa precisava vencer o Belgrano por dois gols de diferença ou devolver o placar e levar a disputa para os pênaltis. E foi justamente isso que aconteceu. Depois de sair atrás, em gol de Bieler, e empatar ainda no primeiro tempo com Iago, na segunda etapa o time precisava de uma atuação perfeita. E conseguiu.

Comandado por Juan, que foi o dono das bolas paradas e demonstrou sua tradicional capacidade de armação, tendo alcançado, inclusive, 85% de aproveitamento nos passes (acertou 34 de 40 tentativas), o Coritiba chegou ao gol em uma assistência perfeita do polivalente jogador, que cobrou escanteio na medida para o zagueiro Nery Bareiro. Com a vitória no tempo regulamentar, o jogo foi para os pênaltis e, mais uma vez, Juan brilhou ao converter sua cobrança. No fim, vitória por 4 a 3 nas penalidades e classificação consumada fora de casa – o adversário das quartas de final será o Atlético Nacional, da Colômbia, em datas que ainda serão definidas pela Conmebol.

“Foi uma vitória muito importante porque, além da classificação, nos dará muita confiança para a sequência do Campeonato Brasileiro”, ressalta Juan, que tem números pra lá de expressivos nesta temporada: 8 gols e 14 assistências em 37 partidas. Atuando pelo Coxa desde julho de 2015, no total Juan já disputou 53 jogos pelo clube, tendo feito 11 gols e dado 16 assistências.

Share Button
Posted in: