Press release: Hernanes (Copa do Mundo 2014)

HERNANES

Nome: Anderson Hernanes de Carvalho Viana Lima
Data de Nascimento: 29/05/1985
Local: Recife (PE)
Altura: 1,80 m
Peso: 76 kg
Posição: Volante
Clubes: São Paulo FC (2004 a 2006), EC Santo André (2006), São Paulo FC (2007 a 2010), SS Lazio (2010 a 2014) e FC Internazionale Milano (desde 2014). Seleção Brasileira: Olímpica e Principal.
Títulos: Seleção Brasileira: Copa das Confederações (2013) e Medalha de Bronze na Olimpíada (2008); Lazio: Copa da Itália (2013); São Paulo: Bicampeão Brasileiro (2007 e 2008) e Copa Zico – Juvenil (2002); Unibol-PE: Campeão Pernambucano – Juvenil (2000) e Campeão Pernambucano – Infantil (1999).
Conquistas individuais: Craque do Brasileirão 2008 (CBF); Três vezes eleito o Melhor Volante pela Direita no Prêmio Craque do Brasileirão, em 2007, 2008 e 2009 (CBF); Duas vezes “Bola de Prata” da Revista Placar, em 2007 e 2008; Melhor Meia pela Direita no Campeonato Paulista 2008 (FPF).

Dados importantes de Hernanes

–  Pelo time principal da Seleção Brasileira, Hernanes soma 27 jogos e dois gols marcados. Foram 21 vitórias, três empates e apenas três derrotas – ótimo aproveitamento de 81% dos pontos disputados. Ele disputou um torneio e ganhou: a Copa das Confederações de 2013. Pela seleção olímpica, foram oito partidas e um gol. Ele disputou a Olimpíada de Pequim, em 2008, e faturou a medalha de bronze;

– Hernanes disputou os cinco jogos da Seleção Brasileira na Copa das Confederações de 2013 e, inclusive, foi titular na vitória por 4 a 2 sobre a Itália, em Salvador, no dia 22 de junho;

– Das 28 partidas do Brasil sob o comando de Scolari, Hernanes atuou em 19. Ele só ficou fora de nove jogos: Inglaterra (fevereiro/2013 – cortado por lesão), Chile e Bolívia (abril/2013 – só atuaram atletas que jogavam no Brasil), Honduras (novembro/2013 – ficou no banco), África do Sul (março/2014 – não foi convocado – apenas 19 jogadores foram chamados) e Sérvia, México, Camarões e Chile (junho/2014 – ficou no banco);

– O retrospecto de Hernanes com Felipão é excelente: em 19 jogos, foram 14 vitórias (França, Japão, México, Itália, Uruguai, Espanha, Austrália, Portugal, Coréia do Sul, Zâmbia, Chile, Panamá, Croácia e Colômbia), três empates (Itália, Rússia e Inglaterra) e apenas duas derrotas (Suíça e Holanda). O aproveitamento é de 79% dos pontos. Ele também anotou um gol com Felipão: na vitória por 3 a 0 sobre a França, em 9 de junho de 2013;

– Das 27 partidas de Hernanes com a camisa do Brasil, 19 foram com Luiz Felipe Scolari, sete com Mano Menezes e uma com Dunga. Sua primeira convocação foi em fevereiro de 2008, aos 22 anos de idade, para o amistoso contra a Irlanda, em Dublin, e sua estreia ocorreu em 26 de março de 2008, no amistoso contra a Suécia, no Emirates Stadium, em Londres (vitória do Brasil por 1 a 0);

– Hernanes foi anunciado pela Internazionale no dia 31 de janeiro de 2014 e assinou contrato até junho de 2018. Pelo time de Milão, ele disputou 14 jogos, fez dois gols e deu quatro assistências. A chegada de Hernanes marcou o resgate da Internazionale no Campeonato Italiano. Quando o brasileiro chegou, a Inter estava fora da zona da Liga Europa, com apenas 50% de aproveitamento dos pontos disputados. Com Hernanes, o time de Milão faturou 62% dos pontos (14 jogos, 7 vitórias, 5 empates e 2 derrotas) e terminou na quinta colocação, conseguindo vaga para a Liga Europa;

– O último jogo de Hernanes na atual temporada europeia foi no dia 10 de maio, contra a Lazio, seu ex-clube. Ele brilhou e fez um belo gol na vitória da Internazionale por 4 a 1. Este foi o gol de número 88 do volante na carreira, justamente o número de sua camisa no time italiano;

– Com a camisa da Lazio, Hernanes faturou o título da Copa da Itália em 2013. Ele chegou ao clube em agosto de 2010, vendido pelo São Paulo FC. Até janeiro de 2014, ele disputou 156 jogos, fez 41 gols e deu 15 assistências. Em todas as temporadas de Hernanes no clube, a Lazio sempre terminou entre os cinco primeiros colocados do Campeonato Italiano;

– Com a camisa do São Paulo FC, Hernanes foi bicampeão brasileiro (2007 e 2008). No título de 2008, inclusive, ele foi eleito o craque do campeonato, aos 23 anos de idade, em votação oficial da CBF. Além disso, ele foi eleito por três anos seguidos (2007, 2008 e 2009) o melhor volante pela direita do Campeonato Brasileiro, em votação oficial da CBF. Pelo São Paulo FC, foram 215 jogos, 117 vitórias, 50 empates, 48 derrotas e 35 gols marcados;

– Hernanes estreou pelo time profissional do São Paulo FC em junho de 2005, sob o comando de Paulo Autuori. Em 2006, ele foi emprestado para o EC Santo André, a fim de ganhar mais experiência, e conseguiu mostrar que tinha tudo para ser um jogador completo e polivalente. No clube do ABC Paulista, ele atuou como um segundo atacante e foi muito bem: marcou oito gols.

Estatísticas de Hernanes:

Total na carreira
Jogos: 455
Gols: 88

Seleção Brasileira
Jogos: 27
Gols: 2

FC Internazionale Milano (Itália)
Jogos: 14
Gols: 2

SS Lazio (Itália)
Jogos: 156
Gols: 41

São Paulo FC (Brasil)
Jogos: 215
Gols: 35

EC Santo André (Brasil)
Jogos:
43
Gols: 8

Hernanes na Seleção Brasileira:

Seleção Principal

Total: 27 jogos (81% de aproveitamento: 21 vitórias, 3 empates e 3 derrotas) / 2 gols marcados

26/03/2008: Brasil 1 x 0 Suécia, amistoso, Londres – Entrou aos 18min do 2º tempo (Estreia)
10/08/2010: Brasil 2 x 0 EUA, amistoso, Nova Jersey – Entrou aos 14min do 2º tempo
09/02/2011: Brasil 0 x 1 França, amistoso, Saint Dennis – Titular, jogou 39 minutos (Expulso)
08/10/2011: Brasil 1 x 0 Costa Rica, amistoso, San José – Entrou no intervalo
11/10/2011: Brasil 2 x 1 México, amistoso, Torreón – Entrou aos 48min do 2º tempo
10/11/2011: Brasil 2 x 0 Gabão, amistoso, Libreville – Titular, jogou o tempo todo (1 gol)
14/11/2011: Brasil 2 x 0 Egito, amistoso, Doha – Titular, jogou o tempo todo
28/02/2012: Brasil 2 x 1 Bósnia e Herzegovina, amistoso, St. Gallen – Titular, saiu aos 22min do 2º tempo
21/03/2013: Brasil 2 x 2 Itália, amistoso, Carouge – Titular, saiu aos 46min do 2º tempo
25/03/2013: Brasil 1 x 1 Rússia, amistoso, Londres – Titular, jogou o tempo todo
02/06/2013: Brasil 2 x 2 Inglaterra, amistoso, Rio de Janeiro – Entrou no intervalo
09/06/2013: Brasil 3 x 0 França, amistoso, Porto Alegre – Entrou aos 35min do 2º tempo (1 gol)
15/06/2013: Brasil 3 x 0 Japão, Copa das Confederações, Brasília – Entrou aos 30min do 2º tempo
19/06/2013: Brasil 2 x 0 México, Copa das Confederações, Fortaleza – Entrou aos 17min do 2º tempo
22/06/2013: Brasil 4 x 2 Itália, Copa das Confederações, Salvador – Titular, jogou o tempo todo
26/06/2013: Brasil 2 x 1 Uruguai, Copa das Confederações, Belo Horizonte – Entrou aos 28min do 2º tempo
30/06/2013: Brasil 3 x 0 Espanha, Copa das Confederações, Rio de Janeiro – Entrou aos 43min do 2º tempo
14/08/2013: Brasil 0 x 1 Suíça, amistoso, Basel – Entrou aos 13min do 2º tempo
07/09/2013: Brasil 6 x 0 Austrália, amistoso, Brasília – Entrou aos 17min do 2º tempo
11/09/2013: Brasil 3 x 1 Portugal, amistoso, Foxborough – Entrou aos 23min do 2º tempo
12/10/2013: Brasil 2 x 0 Coréia do Sul, amistoso, Seul – Entrou aos 23min do 2º tempo
15/10/2013: Brasil 2 x 0 Zâmbia, amistoso, Pequim – Entrou aos 18min do 2º tempo
19/11/2013: Brasil 2 x 1 Chile, amistoso, Toronto – Entrou aos 31min do 2º tempo
03/06/2014: Brasil 4 x 0 Panamá, amistoso, Goiânia – Entrou no intervalo
12/06/2014: Brasil 3 x 1 Croácia, Copa do Mundo, São Paulo – Entrou aos 18min do 2º tempo
04/07/2014: Brasil 2 x 1 Colômbia, Copa do Mundo, Fortaleza – Entrou aos 41min do 2º tempo
12/07/2014: Brasil 0 x 3 Holanda, Copa do Mundo, Brasília – Entrou aos 12min do 2º tempo

Seleção Olímpica

Total: 8 jogos (87% de aproveitamento: 7 vitórias e 1 derrota) / 1 gol marcado

22/06/2008: Brasil 1 x 0 Rio de Janeiro, amistoso, Volta Redonda – Titular, jogou o tempo todo
28/07/2008: Brasil 3 x 0 Cingapura, amistoso, Cingapura – Titular, saiu aos 24min do 2º tempo
01/08/2008: Brasil 2 x 0 Vietnã, amistoso, Hanói – Titular, saiu aos 39min no 2º tempo
07/08/2008: Brasil 1 x 0 Bélgica, Olimpíada, Pequim – Titular, jogou o tempo todo (1 gol)
10/08/2008: Brasil 5 x 0 Nova Zelândia, Olimpíada, Pequim – Titular, jogou o tempo todo
16/08/2008: Brasil 2 x 0 Camarões, Olimpíada, Pequim – Titular, saiu aos 21min do 2º tempo
19/08/2008: Brasil 0 x 3 Argentina, Olimpíada, Pequim – Titular, saiu aos 15min do 2º tempo
22/08/2008: Brasil 3 x 0 Bélgica, Olimpíada, Pequim – Titular, jogou o tempo todo

Hernanes, um jogador completo

Hernanes começou a dar os primeiros passos no futebol de campo aos 13 anos de idade, no Unibol FC, equipe praticamente desconhecida do Recife, sua cidade natal. Antes, o garoto só havia se arriscado no futsal, jogando em dois dos três grandes clubes pernambucanos: Náutico e Santa Cruz. Desde então, o atleta já se destacava pela técnica e pela aplicação nos treinamentos. Ele sempre procurou ser um jogador completo, jogando em diversas posições e treinando chutes com os pés direito e esquerdo.

Aos 15 anos, acompanhado de dois amigos, Hernanes viu um sonho se tornar realidade: veio para a cidade de São Paulo fazer um teste no São Paulo FC, foi aprovado e iniciou sua trajetória no time do Morumbi. Mas engana-se quem pensa que o caminho da base até os profissionais foi uma moleza. Pelo contrário. No último ano de Juniores, Hernanes recebeu a informação de que havia sido dispensado. Porém, a diretoria são-paulina voltou atrás na decisão e manteve o atleta no clube. Foi a grande virada na carreira.

Após algumas chances entre os profissionais do São Paulo FC, Hernanes foi emprestado para o EC Santo André para pegar experiência. E conseguiu. Voltou ao São Paulo para se tornar ídolo, vencendo dois Campeonatos Brasileiros (2007 e 2008) e alcançando inúmeros prêmios individuais. No título brasileiro de 2008, inclusive, ele foi eleito o Craque do Brasileirão, aos 23 anos de idade, em votação oficial da CBF.

Já consolidado como um craque do futebol brasileiro, Hernanes foi vendido para a Lazio, da Itália, em agosto de 2010. Por lá, não demorou a também se tornar um grande ídolo. Antes da chegada do brasileiro, o clube da capital vivia momentos difíceis no Campeonato Italiano. Com Hernanes, a Lazio resgatou sua força e, por três temporadas seguidas, terminou entre as cinco primeiras colocadas da Série A, sempre conquistando vaga para a Liga Europa. Com gols, assistências e atuações exuberantes nos clássicos contra Roma, Milan e Internazionale, Hernanes passou a ser tratado como uma lenda viva pelos torcedores da Lazio. O título da Copa da Itália, em 2013, em cima da arquirrival Roma, coroou sua passagem pelo clube.

Em 31 de janeiro de 2014, no último dia da janela de transferências da Itália, Hernanes foi anunciado pela Internazionale de Milão, com contrato até junho de 2018. A chegada do brasileiro marcou o resgate da equipe no Campeonato Italiano. Quando o volante chegou, a Inter estava na zona intermediária da classificação, com apenas 50% de aproveitamento dos pontos disputados. Com Hernanes, o time de Milão faturou 62% dos pontos e terminou na quinta colocação, conseguindo vaga para a Liga Europa.

Seleção Brasileira

A primeira convocação de Hernanes para a Seleção Brasileira aconteceu em fevereiro de 2008, aos 22 anos de idade, para o amistoso contra a Irlanda, em Dublin – o técnico era Dunga. A estreia ocorreu em 26 de março de 2008, na vitória do Brasil por 1 a 0 sobre a Suécia, no Emirates Stadium, em Londres. No mesmo ano, Hernanes alcançou mais um objetivo: disputou a Olimpíada de Pequim e conquistou a medalha de bronze. A história do volante com a camisa verde-amarela ganhou ainda mais brilho com o título da Copa das Confederações em 2013 – Hernanes participou dos cinco jogos do Brasil na competição. Na Copa do Mundo de 2014, Hernanes atuou em três partidas (Croácia, Colômbia e Holanda).

Baixe o PDF do press release aqui

Share Button